25 de dezembro de 2017

Feliz Natal

Feliz Natal meninas, Jesus é o nosso maior presente, o presente que não merecíamos, o amor que muitos esquecem. Jesus é a razão do Natal, que assim como os magos que levaram presente, incenso e mirra para Jesus na noite do seu nascimento reconhecendo que Jesus é o rei dos reis possamos oferecer total adoração ao nosso Jesus. 
Para refletir sobre o sentido do Natal  um texto do pastor Hernandes Dias Lopes que você pode ler aqui.


Feliz Natal.

20 de novembro de 2017

Estilo da leitora

Núbia é estudante universitária cristã que gosta de vestir-se com modéstia sem abrir mão de looks modernos e elegantes, ela tem uma vida corrida, dividida entre estudos e dedicação às atividades da igreja, o que me deixa muito feliz. Em um mundo onde cada vez mais a juventude perde o interesse pelo que é agradável a Deus, ver uma jovem se manter firme no seu propósito de agradá-lo em tudo que faz é extremamente louvável. Recentemente ela registrou dois de seus looks em ocasiões diferentes e me enviou, achei lindos e vim compartilhar com vocês.
Saia plissada preta

Saia plissada preta
  
Saia plissada preta


Vestido jeans


Estilo da leitora é a nova coluna do blog, se você também é leitora do Coisas de mulher e deseja que seu look apareça por aqui, basta me enviar sua foto  no Facebook  que terei o prazer de compartilhar para que possa inspirar outras pessoas.

8 de novembro de 2017

A esposa de Martinho Lutero retratada em A primeira dama da Reforma

A esposa de Martinho Lutero era fazendeira, administradora marcante, mulher nada convencional para sua época.  Uma mulher forte e ousada diferente das mulheres do século XVI. Apesar de ser conhecida por causa do ilustre marido, Catarina Von Bora sem dúvida foi uma personagem importante da reforma Alemã. É com essas e mais algumas palavra que Ruth A. Tucker retrata à esposa de Martinho Lutero na Sinopse do livro A primeira dama da Reforma, publicado pela Editora Thomas Nelson.   
A esposa de Martinho Lutero retratada em  A primeira dama da Reforma

A esposa de Martinho Lutero sempre foi motivo de curiosidade para quem sabe da importância desse grande reformador. Como ela era? Como vivia? Até onde foi sua influência na vida do marido? Esses sãos alguns questionamentos sem respostas que o livro A primeira dama da reforma tenta desvendar através das cartas de seu marido e relatos escritos daqueles que conviveram com ele, porque na verdade não existe muita coisa que possa ajudar a desvendar o mistério que foi a vida da esposa de Martinho Lutero.

O livro começa narrando a história daquelas meninas que por decisão dos pais começavam viver suas vidas para Jesus na clausura de um convento sem contato com o mundo lá fora ainda tão novas, algumas como Catarina Von Bora com cinco anos, a idade que precisava tanto do aconchego familiar. Traz uma exposição de como era a vida de uma jovem freira em uma época que as mulheres não podiam decidir como seriam suas vidas, fala da fuga de Catarina e os riscos que ela correu por sua rebeldia. Sua fé, seu casamento, seus filhos e suas habilidades como uma mulher nada convencional para aquela época. No livro Catarina é vista como a personagem mais indispensável da reforma Alemã depois do próprio marido, mas sua importância é retratada pela estabilidade que ela trazia a vida do marido, pelo cuidado que ela tinha em manter a casa em ordem na presença e ausência de Martinho Lutero, porque sabia administrar as finanças da família (coisa que ele fazia muito mal), e principalmente por zelar pelas pessoas necessitadas que chegassem até ela, mas não por sua fé, a fé de Catarina não era como a do marido. Em minha opinião ela é retratada como a mulher de Provérbio 31 onde conhecemos toda sua habilidade em administrar os bens da família, cuidar dos filhos, mas não sabemos muito sobre sua fé, mesmo assim  é  uma mulher virtuosa. Catarina era uma mulher talentosa, até hoje é lembrada por sua arte e talento em fazer cerveja, aliás, para Martinho a melhor cerveja mas não é atoa,  a habilidade de Catarina em fazer cerveja tem chamado a atenção dos cervejeiros artesanais dos tempos atuais. Os cervejeiros Alemãs são particular mente orgulhosos de a terem como parte de sua herança e incluem esse fato nos seus anúncios de cervejas leves. Pág. 133.

Como falei anteriormente, o livro é uma narrativa baseada em escrito encontrados de Martinho Lutero a seus amigos ou a própria Catarina e suposições, não existe nada que tenha sido tirado de alguma carta ou qualquer escrito da esposa de Martinho Lutero, pelo visto ela não se dava ao prazer de escrever cartas, ou se escrevia essas se perderam, nos deixando sem qualquer informação que tivesse vindo da própria Catarina, mesmo assim considero uma ótima leitura, embora, durante a leitura, às vezes senti a sensação que estava lendo um livro sobre Martinho Lutero e não sobre sua esposa. Acredito que tenha sido muito difícil para a autora escrever sobre uma mulher que teve uma vida extraordinária mas que em minha opinião acaba sendo ofuscada pela vida ilustre e marcante do próprio marido.
A esposa de Martinho Lutero retratada em  A primeira dama da Reforma

Trechos do livro:

O trabalho na fazenda por si só é um aspecto fascinante da vida de Catarina, mesmo ela tendo empregados trabalhando para si. Pág. 127.

As preocupações de Catarina não eram banais. Ela poderia citar facilmente tragédias terríveis, pessoais e públicas que poderiam se repetir de uma forma ou de outra. Pág. 155.

Catarina se preocupava com o dinheiro, a lavoura, o tempo e as pragas, com as reformas e os filhos. Mas, acima de todas as suas preocupações, estava a preocupação com Martinho Lutero. Pág. 154

Para Catarina Von Bora, entretanto, uma carruagem puxada por cavalo era o único conversível disponível. Pág. 47.

Compre o livro aqui.
Siga-me no Instagram e Facebook

3 de novembro de 2017

Saia midi da Amey

Saia midi é sinônimo de feminilidade, elegância e sofisticação, principalmente se essa saia for confeccionada em linho com acabamentos tão primorosos, feita pela Amey uma marca que se preocupa em trazer para as mulheres roupas com excelente qualidade que ressalta toda sua beleza e elegância. Há alguns dias falei do meu encantamento pelas roupas da Amey aqui, hoje vim mostrar para vocês essa saia midi com pregas que recebi dessa marca que ganhou o meu coração.
Saia midi da Amey

A saia é linda, é exatamente como eu imaginei que seria uma peça da Amey, com acabamentos perfeitos, tecido de excelente qualidade e fica perfeita no corpo.  Nessas fotos usei com uma blusa estampada bem folgadinha e sapato fechado do jeito que costumo me arrumar para ir à igreja, mas já imagino a quantidade de looks que irei montar com ela em outras ocasiões.
Saia midi da Amey

Saia midi da Amey

A saia midi é maravilhosa, mas quero lembrar que todas as peças da Amey são lindas, além de saias tem vestidos, pantalonas, macacão, blusas e outras peças igualmente encantadoras.
Saia midi da Amey

Saia midi da Amey

Recentemente a Amey lançou a coleção Ladies, uma coleção linda de tirar o fôlego! Veja algumas peças, vocês podem comprar nesse link aqui.
Nova coleção da Amey

Foto: Alto foco.

30 de outubro de 2017

Vestido amarelo: Looks lindos para te inspirar

Vestido amarelo é uma peça perfeita para os looks do dia a dia e os looks de festa nesse verão que se aproxima.  Amarelo é uma cor que deixa qualquer produção mais alegre com um toque especial, famosas influencers têm aderido ao amarelo em seus looks, principalmente vestidos, se você também gosta dessa cor, mas tem dúvida de como usar vestido amarelo veja alguns looks que separei e inspire-se.

Looks com vestido amarelo

Looks com vestido amarelo


Looks com vestido amarelo

Vestido amarelo

Vestido amarelo: Looks lindos para te inspirar
Abaixo a Silvia Braz usando vestido longo amarelo, além dela,  Thássia Naves e Isabella Fiorentino apareceram usando vestido amarelo com muito estilo e elegância.
Silvia Braz com vestido amarelo

Siga-me no Facebook e Instagram